HISTÓRIA:

Tradicionais do divertimento carnavalesco, esta massa crocante e frita, com delicado sabor a anis e a nota cítrica que o limão lhe aporta e com fina capa de açúcar irresistíveis, fazem as delícias de todos os de Valença e de Tui, porque é carnaval.   

 

PREPARAÇÃO:

Num recipiente colocamos a água morna com o sal, a manteiga previamente derretida, a casca de limão ralada, o açúcar, o anis e os ovos. Batemos tudo muito bem até que fique um creme sem grumos. De continuação vamos adicionando a farinha de trigo pouco a pouco misturando muito bem, usando uma varinha elétrica.

Amassar muito bem até que nos fique uma massa homogénea com gordura, manejável, suave e com um aspeto húmido. Neste caso, todo o segredo da massa - tudo têm um- é o repouso. Se deixar repousar uma hora é suficiente.

Estender e formar as orelhas de carnaval

O passo seguinte é estender a massa para formar as orelhas, fazendo porções do tamanho de uma noz. Estendemos com o rolo da massa de forma que fiquem finas uns 18cmX12cm mais ou menos. Agora é o momento da fritura, numa frigideira com azeite abundante, com fogo médio baixo. Fazemos o teste colocando uma orelha a fritar na sertã, quando ficar loura é sinal de que o azeite está à temperatura ideal para começar a fritura. Fritar as orelhas dos dois lados até que fiquem douradinhas. Retiramos e colocamos em papel absorvente para eliminar o excesso de azeite.

O processo de fritura é rápido, o que requer atenção, para que as orelhas fiquem estaladiças, precisamos da temperatura exata do azeite.

Só nos resta polvilhar com açúcar, também não fica nada mal um pouquinho de canela.

Simplesmente deliciosas. 

 

Ingredients

Directions

As orelhas de carnaval, mais uma receita raiana