HISTÓRIA:

Esta receita consta em muitos compêndios de cozinha editados na Galiza. As descrições de receitas antigas são sempre de difícil interpretação, pelo que os que fazemos investigação tenhamos que reconstruir essas receitas. Esta não fugiu á regra, é uma receita muito interessante que vem engrandecer a nossa cultura culinária.

 

PREPARAÇÃO:

O processo de cozedura dos meixões para esta receita é o que recomendo, só que o P. Benito manda juntar à água da cozedura uma folha de louro com o pé, diz que assim é mais digestivo e o sabor mais agradável.

Manda juntar numa caçarola o azeite, a cabeça de alho, a pimenta,  uma malagueta e os meixões; sazonar de sal, devemos deixar refogar.  manda come-los bem quentes, porque se arrefecem entropece o paladar.

Esta era a receita do P. Benito, que em Tui segundo dizem foi modificada, juntavam-lhe colorau e um pouco de vinho branco. Dizem que assim fica mais saboroso.

 

Ingredients

Directions

Receita de meixões do Padre Benito, Monge que foi do mosteiro de Ganfei.