HISTÓRIA:

Sopa seca de Gondomil   

É uma receita de Gondomil que durante muitos anos com o cabrito assado á Sanfins e o caldo verde fez parte da oferta dos Domingos Gastronómicos.

Sempre que se matava a rês, a cabeça era copiosamente preparada e reservada para a sopa seca. No dia que se assava o carneiro, no final um alguidar dava entrada no forno com esta preparação que completava a oferta de sobremesas servidas depois do repasto principal.

 

RECEITA 1:

PREPARAÇÃO:

Levamos ao fogo uma panela com água a ferver à qual juntamos o toucinho e a ½ cabeça do carneiro com o pau de canela. Deixámos cozer muito bem, se necessário juntar mais água, já que deve ser suficiente para cobrir todas as fatias de pão.

Cortamos o cacete em fatias como para rabanadas. Num alguidar de assar o carneiro colocamos o pão, da seguinte forma: camada de pão, camada de açúcar e colocamos em cada camada 4 a 5 folhas de hortelã.

Coamos a água que deve estar a ferver para uma cafeteira e adoçamos, juntamos o açafrão em rama e deixamos este atuar, isto é que adquira uma tonalidade amarelinha, regar o pão de forma que fique bem encharcado, polvilhar com açúcar, levar ao forno bem quente e retirar quando estiver lourinho.

 

RECEITA 2:

Sopa seca, um prato consistente que normalmente era feito com parte dos restos do cozido à portuguesa incluindo a água do cozido. No entanto podemos elabora-lo de raiz com esta receita. É suficiente como prato principal, mas se pretendermos reforçar-lhe a consistência podemos fazer o que os antigos faziam. Quase no final e ainda no forno colocamos um ovo a escalfar por cada pessoa.

 

PREPARAÇÃO:

Deitamos a água numa panela, quando começar a ferver, junta-se a galinha, a carne de vaca, o presunto e o chouriço. Deixa-se cozer durante 2 horas. Em seguida introduzem-se as couves previamente amanhadas, temperar de sal e deixa-se ferver durante mais ½ hora. Retira-se tudo, as carnes devem ser cortadas aos bocados e sem osso, as couves já cozidas que devem estar separadas. Num alguidar de assar o cabrito, colocamos uma camada de pão e uma folha de hortelã, uma de carnes picadas e uma de couve e assim sucessivamente, a última deve ser de pão. Regar com o caldo de forma que tudo fique bem encharcado, levar ao forno a 180º e retirar quando começar a ficar tostadinho. Servir em pratos de sopa bem quente.

 

Ingredientes Receita 1:
Ingredientes Receita 2:

Ingredients

Ingredientes Receita 1:
Ingredientes Receita 2:

Directions

Sopa seca de Valença